Criada em 1993, o Programa de Pós-Graduação de Engenharia Elétrica da UFC, modificou completamente o perfil do DEE o incluindo em um seleto grupo dos departamentos acadêmicos que completam o ciclo do ensino, da pesquisa e da extensão.

Atualmente com conceito 4 no sistema de avaliação da CAPES, em níveis de mestrado e doutorado, conta com 14 professores e apresenta três linhas de pesquisa:

– Automação e Controle;

– Eletrônica de Potência e Acionamentos Elétricos;

– Energias Renováveis e Sistemas Elétricos.

Atualmente o programa já defendeu mais de duzentas dissertações de Mestrado e um pouco mais de uma dezena de teses de Doutorado, contando atualmente com mais de uma centena de alunos de mestrado e aproximadamente meia centena de doutorado.

Os Novos Rebentos do Século XXI

A Engenharia Elétrica caminhava célere no início dos anos 2000 consolidando seu programa de Pós-Graduação, com um curso de graduação bem conceituado e um departamento em expansão com dois grupos atuando fortemente na pesquisa, no ensino e na extensão, até que em março de 2001 o Centro de Tecnologia cria o Departamento de Teleinformática (DETI), nascido de dentro do Departamento de Engenharia Elétrica e já nascia forte com um vigoroso programa de Pós-graduação e um novo curso de graduação.

A UFC iniciou, mais fortemente, seu plano de interiorização, entre o final de 2005 e início de 2006, já se preparando para o REUNI (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais), instituído pelo Decreto nº. 6.096/2007 a qual objetivou “criar condições para a ampliação do acesso e permanência na educação superior, no nível de graduação, para o melhor aproveitamento da estrutura física e de recursos humanos existentes nas universidades federais”. Sendo este o maior programa de expansão do ensino superior público federal em toda história do Brasil.

A Engenharia Elétrica assumiu o compromisso institucional de preparar e montar o curso de Engenharia Elétrica de Sobral na Região Norte do Estado. Foram intensas as contribuições de diversos docentes de Fortaleza, na preparação do currículo, das ementas, especificações de equipamentos e laboratórios e seleção de pessoal. As atividades do Curso de Engenharia Elétrica da UFC, no então novo Campus de Sobral, iniciaram a partir do segundo semestre de 2006.

Portanto, o DETI e a Engenharia Elétrica de Sobral possuem em suas marcas o DNA da Engenharia Elétrica de Fortaleza, o que nos enche de orgulho e nos remete a uma carinhosa afeição. Lembrando que o jovem curso de Sobral já tem avaliação 4 nos critérios de MEC.

A Engenharia Elétrica da UFC já formou, aproximadamente, mais de 1.500 engenheiros eletricistas sendo umas das mais nobres contribuições para nosso Estado do Ceará.

Os tempos atuais faz-nos crê que a Engenharia Elétrica da UFC-Fortaleza, terá um futuro muito promissor, atualmente avaliada com Conceito 4 pelos critérios do MEC e com um corpo docente mesclado por professores mais experientes e por jovens acadêmicos de excelente formação todos com titulação de doutorado e já engajados em programas de pesquisa e na Pós-Graduação.  

 

 

 

 

 

Site: PPGEE